ia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

Hoje comemora-se o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, uma luta pelo respeito, pela igualdade e pelos direitos fundamentais.

Diariamente lutamos pelo fim da discriminação e preconceito ainda latente na nossa sociedade.

Nosso país ainda está no topo da violência contra pessoas LGBTs.

Muitos direitos já foram conquistados, tais como reconhecimento de união estável homoafetiva, casamento entre pessoas do mesmo sexo, retificação ou alteração do prenome e classificação de sexo/gênero por pessoas trangêneros no registro civil apenas pela manifestação de vontade e principalmente a criminalização da LGBTfobia.

Porém, ainda há muito a ser feito. A luta continua!

A discriminação de pessoas LGBTQIA+ é reconhecida, desde 2019 pelo Supremo Tribunal Federal como crime.

Para saber mais, acesse a Cartilha com a legislação sobre criminalização da LGBTIfobia e que explica a tipificação do crime; orienta sobre denúncias, cita formas de juntar provas e aborda as prerrogativas de advogados e advogadas nesses tipos de casos.

Cartilha

O site Educa mais Brasil mostra de uma forma fácil e de bom entendimento o significado de cada letra e a sua importância para o movimento. Entre no site ou leia abaixo:

LGBTQIA+ é o movimento político e social que defende a diversidade e busca mais representatividade e direitos para a comunidade. O seu nome demonstra a sua luta por mais igualdade e respeito à diversidade. Entenda o significado de cada letra da sigla LGBTQIA+.

L = Lésbicas

São mulheres que sentem atração afetiva/sexual pelo mesmo gênero, ou seja, outras mulheres.

G = Gays

São homens que sentem atração afetiva/sexual pelo mesmo gênero, ou seja, outros homens.

B = Bissexuais

Diz respeito aos homens e mulheres que sentem atração afetivo/sexual pelos gêneros masculino e feminino.

T = Transexuais

A transexualidade não se relaciona com a orientação sexual, mas se refere à identidade de gênero. Dessa forma, corresponde às pessoas que não se identificam com o gênero atribuído em seu nascimento. As travestis também são incluídas neste grupo. Porém, apesar de se identificarem com a identidade feminina constituem um terceiro gênero.

Q = Queer

Pessoas com o gênero ‘Queer’ são aquelas que transitam entre as noções de gênero, como é o caso das drag queens. A teoria queer defende que a orientação sexual e identidade de gênero não são resultado da funcionalidade biológica, mas de uma construção social.

I = Intersexo

A pessoa intersexo está entre o feminino e o masculino. As suas combinações biológicas e desenvolvimento corporal – cromossomos, genitais, hormônios, etc – não se enquadram na norma binária (masculino ou feminino).

Assexual

Assexuais não sentem atração sexual por outras pessoas, independente do gênero. Existem diferentes níveis de assexualidade e é comum que estas pessoas não veem as relações sexuais humanas como prioridade.

+

O + é utilizado para incluir outros grupos e variações de sexualidade e gênero. Aqui são incluídos os pansexuais, por exemplo, que sentem atração por outras pessoas, independente do gênero.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.