Itália passa a aceitar versões da vacina AstraZeneca produzidas no Brasil, Ìndia e Russia

A Itália passa a aceitar versões da vacina AstraZeneca

A Itália passa a aceitar versões da vacina AstraZeneca produzidas no Brasil, Índia e Russia em seu certificado sanitário. Segundo o Ministério da Saúde italiano, as vacinas Covishield ( Índia), R-coVI ( Russia) e o imunizante brasileiro da Fiocruz serão reconhecidas no País. 

Por meio da circular datada de 23 de setembro passado, o Ministério da Saúde estabeleceu que, para os efeitos previstos na legislação sobre as certificações verdes COVID-19, as seguintes vacinas, administradas pelas autoridades nacionais estrangeiras competentes, são reconhecidas como equivalentes às realizadas ao abrigo o Plano de estratégia nacional de vacinas para a prevenção de infecções por SARS-CoV-2:

– Vacinas para as quais o titular da autorização de introdução no mercado é o mesmo que na União Europeia;

– Covishield (Serum Institute of India), produzido sob licença da AstraZeneca;

– R-CoVI (R-Pharm), produzido sob licença da AstraZeneca;

– Covid-19 vacina-recombinante (Fiocruz), fabricada sob licença da Astrazeneca.

Deve-se observar que essas vacinas também são consideradas válidas para fins de emissão do Certificado Verde COVID-19 em favor de cidadãos italianos (incluindo aqueles que residem no exterior), seus familiares coabitantes e cidadãos estrangeiros residentes na Itália para trabalho ou estudo, independentemente de estejam inscritos no Serviço Nacional de Saúde ou no SASN (Assistência à Saúde do Pessoal Navegante), bem como todos os sujeitos inscritos a qualquer título no Serviço Nacional de Saúde que tenham sido vacinados no exterior contra a SARS-CoV-2.

Essas regras continuam válidas, a princípio, até o dia 25 de outubro deste ano.

Para informações sobre como obter a Certificação Verde, também para cidadãos italianos residentes no exterior, acesse aqui 

Para acessar a circular do Ministério da Saude da Itália clique aqui 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.